FEDERAÇÃO GAÚCHA TEM SUPER LUCRO

FGF é a federação que mais lucra no país
 
FGF lucrou cerca de R$ 3,3 milhões em 2011, sendo a federação estadual com maior lucro, em valores líquidos

Um estudo feito pela Pluri Consultoria mostra que a CBF teve um balanço financeiro excepcional em 2011, tanto pelo porte quanto pela confortável situação de liquidez, enquanto que nas federações estaduais há poucos casos de boa situação financeira, como a de São Paulo e a do Rio Grande do Sul, e uma grande maioria em condições muito negativas.

Foram analisados os balanços da CBF e de 21 das 27 federações de futebol do País que disponibilizaram suas informações nos próprios sites. Os números mostram um faturamento total, juntando todas as entidades analisadas, de R$ 392,3 milhões e lucro líquido de R$ 80,5 milhões, fechando o ano com patrimônio líquido de R$ 349,1 milhões e sem endividamento líquido, sendo credores no valor de R$ 130,9 milhões.

Sozinha, a CBF teve no ano de 2011 um faturamento de R$ 313,4 milhões (80% do total) e lucro líquido de R$ 73,6 milhões (91% do total), fechando o ano com patrimônio líquido de R$ 258,4 milhões (74% do total) e também sem endividamento líquido, sendo credora no valor de R$ 177,1 milhões.

As 5 maiores por receitas

Federação Em milhões de R$
CBF 313,437
São Paulo 25,724
Rio de Janeiro 11,793
Rio Grande do Sul 8,407
Paraná 4,635

As 5 menores por receitas

Federação Em milhões de R$
Rondônia 0,768
Amazonas 0,682
Tocantins 0,633
Piauí 0,272
Maranhão 0,261

As 5 maiores por lucro (valores líquidos)

Federação Em milhões de R$
CBF 73,619
Rio Grande do Sul 3,284
Paraná 1,399
Pernambuco 0,899
São Paulo 0,823

As 5 mais endividadas (valores líquidos)

Federação Em milhões de R$
Paraná -59,269 -
Rio de Janeiro  -8,893
Alagoas -3,801
Santa Catarina -3,325
Ceará -1,420

IG

Comentários

Anônimo disse…
o que eles fazem com tanto dinheiro?????

Postagens mais visitadas deste blog

BRASIL 1 X 0 INTER - E TABU QUEBRADO !

GE BRASIL ENCAMINHA SITUAÇÃO DO ATACANTE LUIS EDUARDO

UBERLÂNDIA /MG RECONHECE PROFISSIONAIS GAÚCHOS