domingo, 3 de junho de 2012

SÉRIE C : CLUBES TÊM PREJUÍZOS COM PARADA DA COMPETIÇÃO

Osvaldo Sestário
Cansados de esperar um resultado da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), os clubes inscritos nas Séries C e D do Campeonato Brasileiro estão se organizando para entrar na Justiça para o início da competição. Os clubes alegam que os gastos em salário, falta de renda de partida e falta de ritimo dos jogadores estão prejudicando as equipes.

A diretoria do Caxias confirmou, nesta sexta-feira, que irá ingressar na Justiça para que a Série C do Campeonato Brasileiro tenha início. De acordo com comunicado oficial divulgado no site do clube, a diretoria do time Grená anunciou que irá entrar com uma mandado de segurança para que a CBF cumpra o estatuto do torcedor.
Segundo o comunicado, o clube já contratou o advogado Osvaldo Sestário Filho, do Rio de Janeiro, para entrar com a ação na Justiça Comum. Além disso, a diretoria do clube afirmou que os outros 54 clubes, envolvidos nas duas divisões nacionais, já estão se organizando para entrarem juntos na Justiça.

Na análise do advogado Osvaldo Sestário Filho , hoje são mais de 60 clubes com mais de 2,4 mil empregados que estão sendo prejudicados, social, esportiva e financeiramente.

Outro clubes
Além do time gaúcho, outras equipes que iriam disputar a Série C do Campeonato Brasileiro já demonstraram interesse em entrar na Justiça pedindo o início da competição. Durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira, o presidente do Fortaleza, Omar Baquit, criticou a postura da CBF e afirmou que, caso a novela não tenha um desfecho em breve, a ação na justiça será inevitável.

"Vamos ingressar na justiça pedindo que a CBF pague o prejuízo. Os danos não são apenas de renda, são de contratos feitos e renovados", explicou Baquit.

Outro grande que se mostrou crítico à CBF foi o Vila Nova. O supervisor de futebol do Tigre, Iron Gonçalves, afirmou que, na área financeira, o time gasta com mais viagens e hospedagens antes dos jogos nos jogos-treino e amistosos.

“Já entramos em contato com a CBF e cada dia você escuta uma historia diferente. Só treinamento, amistosos não rendem nada. A situação financeira complica, porque precisamos manter o elenco”, comentou em entrevista ao Portal 730.

Entenda o caso
O Brasil de Pelotas foi punido na temporada passada por escalar o lateral Cláudio de forma irregular na primeira fase. Ele teria que cumprir suspensão do ano anterior, quando atuava pelo Ituiutaba (hoje Boa Esporte). Com a perda de seis pontos, acabou caindo para a lanterna de sua chave e rebaixado para a Série D.

Já o Treze, quer a vaga do Rio Branco, que acionou a Justiça Comum para ter seu estádio liberado para receber torcida na competição em 2011. Apesar da irregularidade, a CBF sequer puniu o clube, que apenas deixou a disputa sem o direito da fase final. Todo este problema foi alertado na ocasião pelo Futebol Interior, que definiu como inconsequente a decisão da CBF.
 
 
AFI

Nenhum comentário:

Últimos Acessos nas 24h

Presidente Novelletto FGF

Presidente Novelletto FGF

Paulo Paixão

Paulo Paixão

Dr. José Raymundo

Dr. José Raymundo

Árbritro Jean Pierre Lima

Árbritro Jean Pierre Lima

Técnicos Cuca e Edson Gaúcho

Técnicos Cuca e Edson Gaúcho

Técnico Dunga

Técnico Dunga

Juan - zagueiro

Juan - zagueiro